03 julho, 2017

A dias da maior (in)decisão da minha vida| FORA DO TACHO #1



Olá!
  Como disse há uns dias atrás, irei integrar no blog algumas publicações variadas, sem serem receitas propriamente ditas.
  Hoje trago-vos algo que anda a inquietar os meus dias... Já sabem que tenho 18 anos e que acabei este ano o 12º ano ( fiz os exames à duas semanas ).
  Nos próximos dias tenho de tomar uma importante decisão, universidade ou a escola de turismo e hotelaria do Porto ( ETHP ) .



   A princípio , início do 10º ano, estava decidido a ir para a universidade, mas quase que do "nada" surge a hipótese de entrar no curso de produção e gestão de cozinha.
  Desde pequeno que sempre gostei de cozinhar ,tanto que com 9 anos fiz uma massa de tomate! ( Não imaginam a minha cara de satisfação quando apresentei aquele prato fácil aos meus pais! A mim parecia-me uma obra digna de um galardão! )
  Fui adquirindo gosto pela cozinha, ia fazendo umas sobremesas para a família e ia vendo alguns programas para aprender técnicas e receitas. Praticamente todos os dias fazia o almoço/jantar para os meus pais ( quando não tinha de estudar)  e sentia-me mesmo descontraído depois de um dia de aulas a fazer aquelas coisas!
  Sempre procurei coisas complicadas, as coisas ditas "Gourmet". Gosto de decorar os pratos e de ser eu a escolher os produtos com que cozinho, todos frescos evidentemente.
   Isto mantém-se até hoje! Contínuo cada vez mais com um gosto para cozinhar , com uma vontade de aprender mais e mais, com um sentido crítico para tudo o que diga respeito aos sabores e sobretudo uma vontade imensa de aproveitar ao máximo este meu ponto forte.
   "Então qual é a tua dificuldade em escolher entre os dois?" , perguntam vocês. A resposta é um pouco extensa , mas vou tentar resumir.
   Embora goste de cozinhar e queira aprender mais sobre a cozinha, estive 3 anos no curso de ciências a estudar muito e a dar tudo de mim , para construir uma média para supostamente entrar agora numa universidade.
 Podia tirar um curso superior e um curso de cozinha? Claro que sim, mas eu não quero. Quero escolher um, quero dedicar-me 100% a um destes caminhos.
  Não me guio pelas opiniões dos que me rodeiam, mas é óbvio que têm alguma importância.  Já me disseram muitas coisas que eu também já pensei, como por exemplo :
  " Será mais fácil ir para um curso superior e depois um curso de cozinha, do que fazer da forma inversa"
  "  Um curso superior é essencial nos dias de hoje."
  " Cozinha pode ficar para mais tarde. "
  "  Curso superior? Senhores doutores e senhores professores existem muitos, muitos no desemprego."
  " Segue cozinha, tens muito jeito e vontade de aprender! Pessoas como tu no mundo da cozinha são precisas."
 Várias outras coisas já me foram ditas , mas a indecisão permanece... tenho umas semanas para decidir. Conto com o apoio dos meus pais para a decisão que tomar , mas sinceramente estou um pouco às escuras e não vejo forma de me decidir em tão pouco tempo...
  Vamos ver no que dá! Daqui a umas semanas digo-vos qual foi a decisão!


4 comentários:

  1. Patrick depois de escutares os teus pais se ainda houver dúvidas, segue o teu coração, lembra o importante é fazeres aquilo q realmente gostas, seja doutor ou chef. Não consideres no caso de optares não ir para a faculdade que perdeste alguma coisa nestes três anos, pelo contrário, ganhas-tes cultura e disciplina de trabalho que te vão ser úteis pela vida fora!
    Beijinhos
    Ana http://acozinhadaanikasblog.wordpress.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Ana.
      O problema é seguir o coração.. estou divido entre duas coisas e não há forma de me conseguir decidir..
      Sabe, na minha cabeça se for para chef de cozinha depois de 3 anos no curso de ciências e tecnologias , é como que deitar fora a média que me deu tanto trabalho para construir... é muito complicado de decidir..

      Eliminar
  2. Nestes situações só temos que siguir o nosso coração e aquilo que sentimos. É difícil tomar decisões destas mas que só tu podes tomar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelas suas palavras... é mesmo muito difícil...

      Eliminar